Ir para o conteúdo principal
Cyber monday
Voltar

5 dicas para aproveitar bem a Cyber Monday

A Cyber Monday, segunda-feira após a Black Friday, pode ser usada para gerar vendas complementares e impulsionar a fidelidade dos clientes. Saiba como aproveitar essa oportunidade

Para grande parte do varejo, o final de novembro é dominado pela Black Friday. Afinal, nos últimos anos a data promocional avançou do online para o varejo físico (fazendo o caminho oposto do percorrido nos EUA, onde nasceu) e passou a ser mais importante na estratégia promocional das empresas.

A Black Friday, porém, é somente o início de uma temporada de fim de ano bastante movimentada. Cyber Monday, 13º salário, Natal, Réveillon e promoções de “bota fora” em janeiro compõem todo um ciclo de vendas que pode fazer toda a diferença nos resultados do varejo. Ainda mais em um ano totalmente atípico, como 2020, em que os padrões de consumo foram completamente alterados e o varejo acelerou muito sua transformação digital.

Neste artigo, vamos focar na Cyber Monday, uma data muito forte no varejo americano, mas que, no mercado brasileiro, ainda tem um imenso potencial para ser usado como chamariz de vendas para as empresas. Vamos lá!

O que é a Cyber Monday?

A Cyber Monday nasceu em 2005 nos Estados Unidos. Naquela época, a Black Friday já era uma data consolidada no varejo físico e tradicionalmente os consumidores faziam filas nas portas das lojas para aproveitar as oportunidades. O varejo online passou, então, a utilizar a segunda-feira seguinte à data para promover produtos online e estimular a compra de complementos à Black Friday. Nascia, assim, a Cyber Monday.

Powered by Rock Convert

E por que a segunda-feira? Na época, as conexões residenciais eram, na maioria dos casos, discadas e lentas. Ao adotar o primeiro dia útil após a Black Friday como data promocional, o varejo online estimulava os consumidores a usar as conexões corporativas (mais rápidas), melhorando a experiência de compra.

Atualmente, esses dois argumentos são bem menos impactantes. O varejo é omnichannel e as conexões domésticas atendem muito bem às necessidades de consumo. Ainda assim, a Cyber Monday reserva oportunidades muito interessantes para varejistas que sabem usá-la com inteligência.

Como aproveitar bem a Cyber Monday

Para quem trabalha corretamente a data, a Cyber Monday é uma oportunidade extra de vendas. O foco (às vezes excessivo) na Black Friday pode criar um senso de “ressaca” na semana seguinte, e varejistas que forem capazes de entregar soluções para os clientes aumentam a chance de sucesso.

Para obter resultados melhores na Cyber Monday, é importante prestar atenção no seguinte:

1) Utilize os “ganchos” de venda

O grosso da verba de publicidade certamente foi direcionado para a Black Friday e para o Natal. Por isso, será mais difícil chamar a atenção do cliente com estratégias de mídia paga. Por outro lado, a Cyber Monday é uma oportunidade tanto para complementar as vendas da Black Friday quanto para antecipar o Natal.

Clientes que compram smartphones na Black Friday podem, por exemplo, estar dispostos a adquirir um pacote de dados extra, acessórios (fones de ouvido, capas para o celular) ou um seguro para o equipamento. Em todo segmento em que a Black Friday é relevante, como informática, eletrônicos, brinquedos e vestuário, existem oportunidades de vendas complementares.

Já como antecipação para o Natal, um argumento pode ser a possibilidade de uso da primeira parcela do 13º salário. Com as incertezas que rondam o ano de 2021 no plano econômico, o argumento de “compre agora com um desconto matador” pode gerar resultados.

2) Uma oportunidade extra de desovar estoques

Como a Cyber Monday acontece logo na sequência da Black Friday, a data pode ser promovida como a oportunidade final para aproveitar as ofertas. O senso de urgência sempre é um argumento eficiente de vendas e, por isso, o fator “última chance” estimula visitas extras.

Do ponto de vista da gestão do varejo, esse é o momento de fazer um esforço extra para desovar produtos antes da temporada de Natal. Fortalecer o giro de caixa para o mês de dezembro é importante e, com isso, essas vendas adicionais ajudam.

3) Trabalhe bem o relacionamento com o cliente

Varejistas que fazem uma boa gestão de campanhas têm uma grande oportunidade de aumentar a fidelização dos clientes na Cyber Monday. O uso inteligente dos dados de consumo permite entender quem são os melhores clientes, quais os gatilhos de compra e como abordá-los da maneira mais eficiente.

Uma vez que exista o registro do que cada cliente comprou na Black Friday (ou Black Week, para boa parte do varejo), um caminho natural é identificar outros itens que possam interessar o consumidor, que caibam em seu orçamento e façam sentido em uma compra de impulso. Como as compras na Cyber Monday não costumam ser tão planejadas quanto as de Black Friday, estimular o cliente com ofertas relevantes em produtos que sejam importantes para ele é essencial. Quem personaliza o relacionamento com o cliente acaba vendendo mais.

4) Utilize o gatilho do programa de fidelidade

O uso de programas de fidelidade ajuda o varejista a obter bons resultados na Cyber Monday. O gatilho para as campanhas promocionais pode se basear, por exemplo, na pontuação do cliente, e não na compra de produtos adicionais. Para boa parte dos clientes, saber que faltam poucos pontos para obter um benefício extra ou mudar de categoria é o suficiente para gerar uma nova compra.

5) Seja omnichannel

Embora a Cyber Monday tenha nascido nos EUA como uma data 100% online, isso não significa que precise ser assim. Todas as possibilidades de aproveitar bem a segunda-feira pós-Black Friday também valem para o varejo físico. Mesmo que a pandemia tenha estimulado o atendimento virtual e as compras online, boa parte dos clientes continua motivada a ir à loja física.

Por isso, trabalhe a Cyber Monday também no varejo físico, mas integrando ao e-commerce, às redes sociais e aos apps de delivery. Dê ao consumidor a possibilidade de escolher como ele quer se relacionar com você e usufruir das condições especiais para a data. Quanto mais possibilidades você der ao consumidor, mais ele irá se relacionar com sua marca e mais você irá vender.

A Cyber Monday pode ser uma grande oportunidade de gerar vendas extras, aumentar o relacionamento com os clientes e enriquecer sua base de dados para as próximas datas comemorativas do varejo. Por isso, estude o comportamento dos seus clientes, gere insights e faça ações para motivá-los a visitar você mais uma vez.

Powered by Rock Convert
Compartilhe

Fale com a gente.

Agende uma conversa